Fiocruz e Academia Chinesa de Ciências promovem workshop no Rio e Manaus

Conteúdo da notícia: 

A Fiocruz e a Academia Chinesa de Ciências realizam no próximo dia 27, no Rio, e no dia 29, em Manaus, o "Segundo Workshop Acadêmico do Centro de Pesquisa e Prevenção de Doenças Infecciosas – IDRPC”. No Rio, das 9h às 13h, cientistas chineses apresentam suas pesquisas sobre vírus como Zika e Chikungunya, com o objetivo de promover a publicação (de artigos) conjunta e o desenvolvimento de vacinas. O evento é aberto ao público. O vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde, Marco Aurélio Krieger, recebe a delegação de 11 cientistas e abre as atividades no Rio. 

O IDRPC foi iniciado no ano passado pela presidente da Fiocruz, Nísia Trindade, em uma cerimônia realizada em Shenzhen, uma das maiores cidades da China, juntamente com quatro instituições do país. Desde então, os parceiros reforçam os laços com visitas mútuas, publicações em revistas e comunicação constante sobre interesses compartilhados.

Entre os signatários, o Instituto Genômico de Pequim emprestou duas máquinas de sequenciadores genéticos de última geração para a Fiocruz. Esta é a primeira remessa desse tipo para o Brasil. O equipamento deve entrar em operação em Biomanguinhos nos próximos meses. Os outros parceiros são o Laboratório de Microbiologia da Academia Chinesa, a empresa ZTEICT e o Terceiro Hospital Popular de Shenzhen.

Após o seminário, as equipes de pesquisa trabalharão no Rio e em Manaus no desenvolvimento de projetos de colaboração internacional. Entre os novos projetos está o CEEID, Centro de Excelência em Doenças Infecciosas Emergentes, um esforço conjunto com a Academia Mundial de Ciências para aumentar a prontidão para novas epidemias.

Leia Também