SEQUENCIADORES GENÉTICOS DA CHINA SÃO INSTALADOS NA FIOCRUZ

Conteúdo da notícia: 

Como parte da parceria entre Brasil e China, as plataformas de sequenciamento genético MGISEQ-200 e 2000 BGI/MGI chegam à Fiocruz e são instaladas no prédio de Bio-Manguinhos. O Coordenador Geral do CDTS, Carlos Morel, fez um agradecimento à equipe que possibilitou esse marco para a inovação e tecnologia no país.  As máquinas fazem parte do acordo assinado em fevereiro de 2018, no qual foi firmada a criação dos centros de pesquisa e prevenção de doenças infecciosas que começou a ser pensada em 2016, durante uma reunião do Global Virome Project (GVP).

O agradecimento

"Agradeço a todos que possibilitaram atingirmos este marco importante: (i) Ao EI!, que destrinchou todos os problemas do "Leasing Agreement" com BGI/MGI, possibilitando a assinatura deste instrumento legal; (ii) à VPPIS, que assinou este acordo em Shenzhen; (iii) a Biomanguinhos, que possibilitou uma sede apropriada para estes instrumentos de precisão e tudo facilitou e promoveu o processo de importação; (iv) a BGI e MGI, parceiros no processo de exportação/importação dos sequenciadores e reagentes; (v) ao INCT-IDPN, que arcou com aproximadamente R$ 40 mil adquirindo estabilizador/no break, kits, Qubit, etc e pagando as passagens de ida e volta da Milena para treinamento em Shenzhen; (vi) a Marcos Freire, essencial no diálogo com Biomanguinhos, aplainando o terreno para aceitação destes equipamentos em Bio; (vii) a Milena, por todo seu esforço em dialogar clm BGI/MGI, usando WeChat, possibilitando a importação; (viii) a Marco Medeiros e sua equipe, gestores destes equipamentos junto com o CDTS; (ix) a Marcelo, que nos apoiou em todo este processo. Se esqueci alguém, desculpas, ainda estou no fuso horário da China.

Carlos Morel"

 

Leia Também